Saiba por que sua empresa não deve comprar listas de e-mail

A compra de listas e-mails é uma maneira fácil e rápida de conseguir contatos para seu plano de marketing digital. Mas, o que muita gente não sabe, é que esse método acaba sendo extremamente ineficaz e, por muitos motivos, pode até ser prejudicial para as empresas adeptas dessa prática.

Listas de e-mail | id5

A produção de uma lista própria, apesar de mais lenta e trabalhosa, pode ser uma alternativa eficaz (Foto: reprodução)

Além da qualidade ruim que muitas listas apresentam, com e-mails que nem existem mais, quem faz uso desse artifício acaba não atingindo os destinatários que esperava alcançar. Isso porque geralmente se incluem nessas listas e-mails de pessoas com perfis que não tem nada a ver com o público do seu negócio.

Do outro lado, os que recebem os informativos sem ter se cadastrado no site da sua empresa acabam se perguntando: “como conseguiram meu contato?” E são grandes as chances de que a opção ‘marcar como spam’ seja acionada nesses casos, levando sua marca a entrar para a lista daquelas que têm má reputação na internet.

Em muitas ocasiões, ferramentas de disparo de newsletters já identificam que se trata de uma lista comprada, com alto índice de rejeição, e o material sequer chega a ser enviado.

Lista inteligente

 A melhor alternativa para driblar todos esses transtornos é a produção de uma lista própria, se possível que conte com a assinatura voluntária das pessoas dispostas a receber informações relacionados à sua marca. Apesar de mais lento e trabalhoso, esse tipo de prática torna-se muito mais eficaz, pois consegue atingir em cheio o público-alvo.

 Diversas opções podem ser utilizadas para captar uma lista de pessoas interessadas em receber o seu material de divulgação. Um deles é a disponibilização de um pequeno formulário no site da própria empresa, onde é possível inserir dados básicos para que o e-mail possa ser encaminhado. Uma boa ideia é oferecer materiais úteis para ele fazer download – como planilhas e e-books -, com a condição de que ele disponibilize o e-mail para ter acesso a estes conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *